Qual é o princípio de funcionamento de um Ar Condicionado?

Os Sistemas de condicionamento de ar possuem quatro componentes básicos: Compressor, condensador, evaporador, motor ventilador.

Princípio de Funcionamento

O condicionador de ar tem como principal objetivo deixar ambientes em temperaturas agradáveis, criando uma sensação de conforto térmico (aquecendo ou refrigerando) ou até mesmo em determinados ambientes em que o seu uso é indispensável. Exemplos: como, por exemplo: CDP, Laboratórios, Hospitais etc.

O princípio de funcionamento dos condicionadores de ar nada mais é do que a troca de temperatura do ambiente, através da passagem do ar pela serpentina do evaporador, que por contato sofre queda ou aumento de temperatura, dependendo do ciclo utilizado, baixando a umidade relativa do ar.

Quando alcançada a temperatura desejada, faz-se uma leitura através de um sensor localizado no evaporador. Este por sua vez desliga o compressor, fazendo com que o equipamento mantenha a temperatura. A qualquer variação na temperatura estipulada, aciona-se novamente o compressor, que é responsável pela circulação do gás refrigerante dentro do sistema.

Tipos de Ar Condicionado

Janela
São os produtos compactos de menor valor agregado e possuem o evaporador e condensador no mesmo gabinete. Equipamento com algumas restrições para instalação em determinados edifícios ou residências.

Split
Equipamento que possui evaporador e condensador separados e interligados através de tubulações de cobre. Isso permite uma grande distância entre as unidades e flexibilidade de instalação, proporcionando menor nível de ruído, e uma melhor distribuição do ar devido à grande área de insuflamento do ar, tornando-se mais econômico.

Variações de Split
Existem no mercado outros tipos de modelos de split, que tem suas funcionalidades similares ao descrito acima. Os modelos comerciais conhecidos são: multi-split, split piso teto, split built-in (embutido), split teto quadrado, split cassete, etc. São modelos splits com configurações diferentes.

Self Chiller
Equipamento de grandes capacidades, com necessidade de projetar e aplicações específicas para ambientes comerciais.

O que é BTU?

Btu é a unidade que mede a quantidade de calor presente em um ambiente fechado e que precisa ser retirada ou adicionada para atingir um conforto térmico.
A sigla Btu significa Bristish Thermal Unit ou Unidade Térmica Britânica.
Para calcular a Btu ou a quantidade de calor que precisa ser retirado de um ambiente, 3 (três) variáveis devem ser analisadas.

1° É necessário saber as dimensões da área em m², a quantidade de pessoas que ficam no ambiente, bem como a quantidade de eletroeletrônicos existentes no local.

2º O local recebe incidência do sol? Há sombra o dia todo, o sol bate nas paredes o dia todo ou na parte da tarde ou na parte da manhã?

3° Localização do ambiente: região litorânea; em andar térreo; entre andares; tipo de telhado?
Outras variáveis que influenciam neste cálculo:

  • Números de janelas
  • Números de portas
  • Paredes externas e janelas que recebem insolação
  • Quantidade e potência de equipamentos elétricos e lâmpadas que dissipam calor
  • Número de pessoas no ambiente

Em Média, utilizamos para cálculo de carga térmica 600 Btu/h por metro quadrado. Por exemplo, ambiente de 20m² teria: 600 x 20m² = 12.000 Btu.

Qual é a diferença entre Frio e Quente/Frio?

Operação de Refrigeração (FRIO)
No caso da operação de refrigeração, o gás sai do compressor em alta pressão e alta temperatura. No caminho que percorre o condensador ele perde calor, e continua perdendo no “elemento de expansão” (tubo carpilar e filtro secador). No evaporador, o gás já chega frio, pronto para refrigerar o ambiente interno e carregando o calor para o ambiente externo.

Operação de Aquecimento (QUENTE/FRIO)

Para operação de aquecimento, o princípio é o mesmo. A diferença é que existe uma válvula reversora que muda o caminho que o gás vai percorrer. Ao invés de ir primeiro para o condensador como no ciclo frio, o gás vai primeiro para o evaporador. Com isso, o condensador e a evaporadora trocam de papel. Tudo funciona da mesma forma, só que inversa.
Quem fica quente é o evaporador (ambiente interno), e o condensador fica frio (ambiente externo).

Consumo de um ar condicionado

Dicas

  • Instale o aparelho em local com boa circulação de ar.
  • Use o equipamento de maneira correta, como está indicado no seu Manual.
  • Mantenha portas e janelas fechadas, evitando assim a entrada de ar do ambiente externo.
  • Mantenha o ar-condicionado sempre desligado quando você estiver fora do ambiente por muito tempo.
  • Solicite uma visita técnica sem compromisso, para ter assessoria de um profissional qualificado no levantamento da carga térmica e especificações do produto que melhor se adapta às suas necessidades.

Eficiência Energética

É uma forma de medir o desempenho do condicionador de ar, relacionando a sua capacidade de refrigeração com o consumo de energia (Btu / Watts). Quando um aparelho consegue refrigerar a quantidade de calor da sua capacidade nominal a um baixo consumo, podemos dizer que ele é mais eficiente. Ou seja, quanto maior o valor da eficiência energética, menor o consumo do aparelho.

Para calcular a eficiência energética, é simples: dividimos a capacidade de refrigeração (Btu) pela potência elétrica (Watts), assim teremos o valor de EER (energy efficiency ratio).

Selo Procel

O Selo Procel de Economia de Energia ou simplesmente SELO PROCEL, foi instituído por Decreto Presidencial de 8 de dezembro de 1993. Tem por objetivo redução de impactos ambientais e orientar o consumidor no ato da compra, indicando os produtos que apresentam os melhores níveis de eficiência energética dentro de cada categoria.
O SELO PROCEL é dado aos produtos cuja eficiência energética é classe A pelo Inmetro